quinta-feira, 14 de fevereiro de 2013

Pensamentos, Versos e Reflexões de Santa Tereza D'Avila

 
De todas as ordens recebidas, poucas se me afiguraram tão difíceis como a de escrever sobre assuntos de oração.

Quem me mandou escrever disse que essas monjas dos nossos mosteiros de Nossa Senhora do Carmo têm necessidade de que lhes esclareçam algumas dúvidas em matéria de Oração.

Nossa alma é como um castelo, feito de um só diamante ou limpíssimo cristal.

Compararei a Divindade com um polido diamante muito maior do que o Universo.

Todas as nossas ações se refletem Nele, porque Ele encerra todas as coisas, tanto que fora da Sua amplitude nada existe.

Ó Senhor, experimento tanta alegria ao pensar que as minhas infidelidades fazem com que melhor conheça a Vossa misericórdia, que sinto suavizarse
a dor pelas graves ofensas que Vos fiz.

A porta para entrar neste Castelo [o Castelo Interior] é a Oração1 e a Meditação…

A oração consiste em tratar a Deus como um Pai, um Irmão, um Senhor e um Esposo.

Jamais creiais que adquiristes uma virtude, enquanto não a tiverdes provado com aquilo que lhe é contrário.

No nosso próximo, procuremos ver tãosomente as virtudes e as boas obras; e cubramos os seus defeitos considerandoos como sendo nossos pecados.

Diante da Sabedoria infinita, mais vale um breve desejo de humildade com algum ato, do que toda a ciência do mundo.

O caminho da santidade, para Santa Teresa, é a oração. Ela ensina a oração em 4 etapas:
1ª – Oração Mental: é como tirar água do poço, quando rezamos com o nosso intelecto.
2ª – Oração de Quietude: é como tirar água com a nora2 puxada por um jumento, quando rezamos com a nossa vontade. É o nosso sercriança
que ora, é ser Maria.
3ª Oração de União ou Toques: é como água corrente. É um
abandono em Deus. É permitir que o Senhor nos ame. É orar com os nossos sentimentos e emoções.
Não se distrai. Nesta fase, ficamos apaixonados e entusiasmados e começamos a ser Marta e a fazer obras.
4ª Oração de União Extática ou Êxtase: é como o deixar chover. A alma está absorvida por Deus. Só Deus basta.

Se Satanás pudesse amar, deixaria de ser mau.

Ser grande é amar os pequenos. Ser pequeno é odiar os grandes.

Ter coragem diante de qualquer coisa na vida, esta é a base de tudo.

É uma grande virtude considerar todos melhores que nós.
A virtude é uma verdade.

A humildade é caminhar na verdade.

Nas panelas também encontramos a Deus.

Senhor, sou filha de vossa Igreja. Como filha da Igreja Católica quero morrer. Senhor, não me rejeiteis a Vossa face. Um coração contrito e humilhado não haveis de desprezar.
Eu vi um anjo perto de mim, no meu lado esquerdo, em forma corporal. Isto é algo que não estou habituada a ver, a não ser muito raramente. Apesar de eu ter visões de anjos com freqüência, vejoos apenas através de uma visão intelectual, como tenho falado antes. Foi a vontade de nosso Senhor que, nesta visão, visse o anjo desta forma. Ele não era grande, mas de pequena estatura, e era muito bonito.
Seu rosto queimava, como se fosse um dos mais altos anjos, que parecem estar todos em chamas: ele deve ser um daqueles a quem nós chamamos querubins. Seu nome ele nunca me disse; mas vejo muito bem que não existe no céu tão grande a diferença entre um anjo e outro, e entre estes e os outros que eu não posso explicar. Eu vi em sua mão uma longa lança de ouro, e o ferro da ponta parecia estar em
chamas. Ele pareceu empurrála às vezes no meu coração, e penetroume
as entranhas. Quando ele a retirou, deixoume toda a arder com um grande amor de Deus. A dor foi tão grande, que me fez lamentar; e, ainda assim, uma doçura foi superando essa dor, fazendome não desejar me livrar dela.
A alma, agora, é satisfeita apenas com Deus. A dor não é física, mas espiritual; embora o organismo tenha a sua parte nela. É um amor tão doce e carinhoso, que agora existe entre a minha alma e Deus, e eu agradeço à bondade de Deus por me ter feito passar por essa experiência.
Teresa sem a graça de Deus é uma pobre mulher; com a graça de Deus, uma fortaleza; com a graça de Deus e muito dinheiro, uma potência.

Santa Teresa de
Ávila,
Perfil e Pensamentos
Pelo Prof. Dr. R. D. Pizzinga, 7Ph.D.

Nenhum comentário:

Postar um comentário