quarta-feira, 28 de junho de 2017

É do esquecimento do dever que nascem os grandes males.


"A arte de bem viver aprende-se praticando-se; mas não se pode praticar convenientemente, se o espírito a não meditar e profundar. 

Quantas vezes ouvimos dizer: "Óh! se eu pensasse, não fazia isso, se soubera o que me veio a acontecer, teria procedido de outro modo"? - E porque não pensastes a tempo, para evitardes um arrependimento tardio e talvez inútil?

Porque o orgulho e a vaidade, o capricho e o amor próprio se meteram de permeio. 

É necessário, pois, que cada uma, no seu estado e condição, procure compenetrar-se bem dos deveres que tem a cumprir, e veja o modo como os cumpre.

Todos nós devemos caminhar para um mesmo destino sobrenatural, mas por diversos caminhos, conforme o papel que temos de representar cá na terra, segundo plano da Providência."


Excerto do livro "A mãe segundo a vontade de Deus"
Pe. J. Berthier

Nenhum comentário:

Postar um comentário