segunda-feira, 12 de dezembro de 2016

ORAÇÃO DO SANTO PADRE À NOSSA SENHORA DE GUADALUPE



Ó Virgem Imaculada,
Mãe do verdadeiro Deus e Mãe da Igreja!
Vós, que, deste lugar, manifestais
a vossa clemência e a vossa compaixão
por todos os que imploram o vosso amparo:
ouvi a oração que com filial confiança Vos dirigimos
e apresentai-a ao vosso Filho Jesus, único Redentor nosso.
Mãe de misericórdia, Mestra do sacrifício escondido e silencioso,
a Vós, que vindes ao encontro de nós todos, pecadores,
consagramos, neste dia, todo o nosso ser e todo o nosso amor.
Consagramo-Vos também a nossa vida,
os nossos trabalhos, as nossas alegrias,
as nossas doenças e os nossos sofrimentos.
Dai a paz, a justiça e a prosperidade aos nossos povos,
já que tudo o que nós temos e o que somos
o deixamos ao vosso cuidado,
Mãe e Senhora nossa.
Queremos ser totalmente vossos
e convosco desejamos percorrer
o caminho de uma fidelidade plena a Jesus Cristo
na sua Igreja:
não nos deixeis desprender da vossa mão amorosa.
Virgem de Guadalupe, Mãe das Américas,
pedimo-Vos por todos os Bispos,
a fim de que eles conduzam os fiéis
por veredas de intensa vida cristã,
de amor
e de humilde serviço a Deus
e às almas.
Contemplai esta seara imensa
e intercedei por que o Senhor infunda fome de santidade
em todo o Povo de Deus
e conceda abundantes vocações de sacerdotes e religiosos
fortes na .fé
e zelosos dispensadores dos mistérios de Deus.
Concedei aos nossos lares
a graça de amarem e respeitarem a vida nascente,
com o mesmo amor com que Vós em vosso seio concebestes
a vida do Filho de Deus.
Virgem Santa Maria, Mãe do Amor Formoso,
protegei as nossas famílias,
para que elas estejam sempre muito unidas,
e abençoai a educação dos nossos filhos.
Esperança nossa,
olhai-nos com compaixão
ensinai-nos a ir continuamente para Jesus
e, se cairmos, ajudai-nos
a levantarmo-nos e a voltarmos para Ele,
mediante a confissão das nossas culpas e dos nossos pecados
no sacramento da Penitência que traz sossego à alma.
Suplicamo-Vos que nos concedais
um amor muito grande a todos os santos Sacramentos
que são como que as marcas que o vosso Filho
nos deixou na terra.
Assim, nossa Mãe Santíssima,
com a paz de Deus na consciência,
com os nossos corações livres do mal e de ódios,
poderemos levar a todos
a alegria verdadeira e a verdadeira paz,
as quais vêm do Vosso Filho, Nosso Senhor Jesus Cristo
que, com Deus Pai e com o Espírito Santo, vive e reina pelos séculos dos séculos.
Ámen.
IOANNES PAULUS PP. II
México, Janeiro de 1979

Nenhum comentário:

Postar um comentário