Pular para o conteúdo principal

"Ele renunciou aos próprios olhos para poder contemplar Nossa Senhora!"


A imagem pode conter: 11 pessoas
"Ele renunciou aos próprios olhos para poder 
contemplar Nossa Senhora!"

A catedral de Notre-Dame de Paris é muito rica em histórias e milagres. Eis o relato de um deles, recolhido em um belo conto medieval.

Um menino órfão, que vivia aos cuidados dos padres da catedral de Notre-Dame, começou a andar um pouco triste e pensativo. O padre, vendo a tristeza no rosto inocente, se aproximou e lhe perguntou:

– O que está acontecendo? Por que tens andado pensativo e tão triste?

– É que eu vejo que muitos meninos têm mãe para poderem abraçar, mas eu não tenho…

Compadecido da situação do menino inocente, o padre lhe falou com sorriso caridoso:

– Meu filho, você não sabe que tem a mãe mais bela de todas as mães? Para as crianças que não conheceram sua mamãe na terra, Nossa Senhora assume uma maternidade toda especial!

Contente e já confortado, o menino saiu de lá com a convicção alegre de que a sua mãe era a mais linda de todas as mães!

Toda vez que ia até a catedral, ele rezava de modo mais especial; porém, fazia agora um pedido inesperado: o menino queria ver a sua mãe pessoalmente – e, para isso, não só rezava, mas fazia também sacrifícios.

Num daqueles dias maravilhosos do mês de maio, Paris estava toda florida e a catedral ornada de flores. Logo pela manhã, o menino foi encontrado desmaiado perto da imagem de Nossa Senhora. Socorrido pelo padre e cercado pelos fiéis, ele acordou nos braços do religioso com um sorriso celestial. Perguntam-lhe o que tinha acontecido. E ele respondeu:

– Minha mãe atendeu meu pedido! Nossa Senhora me apareceu! E ela é, realmente, a mais linda de todas as mães!

– Mas o que aconteceu com seus olhos? – perguntou-lhe o padre, vendo o olho direito do menino todo branco e opaco.

– É que Nossa Senhora me perguntou se, para poder vê-la, eu aceitava não enxergar mais do olho direito.

O milagre se espalhou como um vendaval pela região. Muitas pessoas iam à catedral pela manhã para ver o menino rezar à Santíssima Virgem.

Perguntavam-lhe o que estava pedindo dessa vez. E ele sempre respondia:

– Quero ver novamente a minha mamãe tão linda que está no céu!

– Mas e se Nossa Senhora lhe perguntar se você aceita perder também o outro olho e ficar cego definitivamente?

O pequeno respondia:

– Minha mãe que está no céu é tão linda que, depois de vê-la mais uma vez, eu não quero mais ver nada deste mundo!

E assim passou-se um mês em orações e penitências. Certa manhã, enquanto rezava diante da imagem de Nossa Senhora, o menino ergueu a cabeça, sorriu e desmaiou novamente.

Todos os que estavam no local se perguntavam se ele teria visto a mais uma vez a Santíssima Virgem. O tumulto se agrandava.

O padre acolheu o menino em seus braços e o chamava pelo nome… A face do pequeno resplandecia de um brilho extraordinário… Ainda com os olhos fechados, ele exclamou:

– Eu vi minha mamãe!

E, ao abrir os olhos… os dois estavam normais.

Nossa Senhora lhe restituíra o olho direito, devolvendo-lhe a visão perfeita!

É que a sua imensa fé de criança não precisava dar nenhuma prova de sinceridade.

Fonte: Facebook

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Novena dos "54 terços"

A "Novena do Rosário de 54 dias" é uma ininterrupta série de Rosários em honra de Nossa Senhora, revelada à doente incurável Fortuna Agrelli, por Nossa Senhora de Pompéia, em Nápoles, Itália, no ano de 1884. Por 13 meses Fortuna Agrelli sofria de terríveis dores e nem mesmo os médicos mais célebres conseguiam curá-la. Em 16 de Fevereiro de 1884, a menina e seus pais começaram uma novena do Rosário. A Rainha do Santo Rosário a premiou com uma aparição a 3 de março. Maria sentava-se sobre um alto trono, contornado por numerosas figuras; trazia o Seu Divino Filho sobre o colo e na mão um rosário. Nossa Senhora e o Menino Jesus estavam acompanhados por São Domingos e Santa Catarina de Sena. O trono estava decorado com flores, a beleza de Nossa Senhora era maravilhosa. A Santa Virgem disse: "Filha, você me invocou com vários títulos e sempre obteve favores de mim. agora, posto que me invocou com o título que muito me agrada, 'Rainha do santo Rosário', não posso mais …

Terço da Virgem Poderosa

Creio em Deus Pai...
Pai Nosso....
Três Ave Maria. ..

Nas contas Grandes. 
Magníficat
A minha alma glorifica o Senhor. 
Meu espirito se alegra em Deus, meu Salvador. 
Porque pôs os olhos na humildade da sua serva. 
Doravante todas as gerações me proclamarão Bem-aventurada. 
Porque o Todo-poderoso fez em mim maravilhas. 
Santo é o seu nome. 
A sua misericórdia se estende de geração em geração 
sobre aqueles que o temem. 
Ele manifesta maravilhas com o seu braço: 
Dispersa corações orgulhosos. 
Derruba o trono dos poderosos, 
e exalta os humildes. 
Aos famintos ele enche de bens 
Despede os ricos de mãos vazias. 
Socorre seu povo, seu servo, 
lembrando sua própria misericórdia. 
Como havia prometido aos nossos Pais, 
em favor de Abraão e de sua descendência 
Para sempre. (Lc 1,46-55)

Nas Contas Pequenas.
Ave Maria, Virgem Poderosa,
Imaculada Conceição Rainha das Vitórias, que Vossas Lágrimas de  Sangue destruam as forças do inferno. Que assim seja

No vezes Glória:
A Cruz Sagrada seja Minha Luz, não  seja o dragão …

Despedida de solteira com adoração ao Santíssimo inspira casais católicos

Uma despedida de solteira diferente e católica, assim foi o último dia antes do casamento de Verônica Mendes, que testemunhou esta experiência nas redes sociais e está inspirando vários casais. No dia 6 de agosto, Verônica publicou em seu Facebook a foto em que aparece ajoelhada diante do Santíssimo Sacramento, com o título “Minha despedida de solteira”. A publicação ganhou grande repercussão, alcançando cerca de 700 compartilhamentos, milhares de curtidas e centenas de comentários. No post, ela descreve que “após o momento de diversão” preparado por suas amigas, elas a conduziram ao “andar debaixo da Comunidade, onde estava Jesus, me esperando”. “Pétalas de rosas vermelhas adornando o chão, que me recordaram o amor e o sangue de Jesus derramado por nós, meu nome e do meu noivo próximos ao Sacrário e um véu para moças casadas, lindo de emocionar”. Segundo Verônica, ela havia passado a semana exausta, estava nervosa, ansiosa e ainda tinha algumas coisas do casamento – que seria no dia segu…