Pular para o conteúdo principal

A receita infalível contra as tentações que nos afastam de Deus


Quero uma vida contigo, Jesus!

O deserto é um lugar para experimentar o silêncio, a aridez, a solidão. Não há absolutamente nada ao seu redor e você percebe o quanto sua natureza é fraca e pequena em meio ao imenso mar de areia. No silêncio e no abandono do deserto, você também percebe a grandeza de Deus. Não há nada que distraia. Toda essa aridez fala de nossa única fonte, que é Deus.
O deserto é um lugar privilegiado para ficar cara a cara com Deus. São muitos os homens e mulheres que, ao longo de suas histórias, se retiram no deserto para estarem sozinhos com Deus e viver, ali, uma vida exclusivamente dedicada a Ele, somente a Ele, sem distrações, sem coisas banais ou supérfluas. Só Deus basta.
O deserto também é um lugar de tentações. É ali onde também surgem os fantasmas que tentam nos afastar de nosso centro e fazer com que neguemos nossa essência mais profunda.
Talvez seja pela proximidade tão especial com Deus, ou talvez também pelos sacrifícios de suportar as adversidades de um deserto. A dureza do deserto faz com que surja, com força, a tentação. Ela se apresenta a nós em forma do bem: “que necessidade você tem de sofrer quando poderia estar mais confortável em sua casa? Tem certeza que você encontrou Deus, não foi uma sugestão? Se fosse Deus de verdade, ele não o deixaria sozinho, abandonado em um deserto”.
O povo de Israel teve esta mesma tentação.  Tendo sido liberado da escravidão e recebendo a promessa e o presente de Deus de habitar uma terra prometida, o povo começa a duvidar dessa promessa quando se vê no meio do deserto, passando fome e outras adversidades.
Aparecem os fantasmas da dúvida e da desconfiança. Surge a tentação de fazer seu próprio plano, de voltar atrás, mesmo que isso implique voltar à escravidão.
A tentação é sempre um engano. Ela se apresenta como uma atitude de rebeldia contra Deus, sob a forma do bem e da felicidade.
O que cai em tentação normalmente não tem a intenção de fazer o mal que não deseja, mas, simplesmente, deixou-se levar por uma felicidade ou um bem que não é real e que está fora da órbita de Deus.
No fundo, o que está por trás da tentação é o objetivo de nos afastar de Deus, de colocar outras coisas no foco. Coisas urgentes, mas supérfluas e desnecessárias.
Somos muito mais tentados do que imaginamos. A maior tentação é o demônio. A ele não interessa se estamos próximos a Deus. Ele não nos quer bem e seu maior desejo é nos separar do amor de Deus e fazer-nos cair no pecado. Ele quer nos seduzir com bens materiais e nos convencer de superpoderes inexistentes. Tentar nos apresentar um mundo melhor e mais feliz, mas sem Deus.
Aqui está a receita para resistirmos às tentações: precisamos estar muito unidos ao Espírito Santo. Implorar sua ajudar para elucidar as coisas, ver os erros e as falácias em tantos argumentos aparentemente bons que este mundo nos apresenta.
Temos que contar sempre com a ajuda de Jesus, que vence todas as tentações e os que as provoca. Não em vão, uma das frases que Jesus disse, dirigindo-se ao Pai, foi: “Não nos deixei cair em tentação, mas livrai-nos de todo o mal.”.
Não quero fazer meu próprio plano, não quero traçar um caminho paralelo a Deus. Quero uma vida com Deus! Senhor, não me deixe cair em tentação!

http://pt.aleteia.org/2017/03/30/a-receita-infalivel-contra-as-tentacoes-que-nos-afastam-de-deus/?utm_campaign=NL_pt&utm_source=daily_newsletter&utm_medium=mail&utm_content=NL_pt

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Novena dos "54 terços"

A "Novena do Rosário de 54 dias" é uma ininterrupta série de Rosários em honra de Nossa Senhora, revelada à doente incurável Fortuna Agrelli, por Nossa Senhora de Pompéia, em Nápoles, Itália, no ano de 1884. Por 13 meses Fortuna Agrelli sofria de terríveis dores e nem mesmo os médicos mais célebres conseguiam curá-la. Em 16 de Fevereiro de 1884, a menina e seus pais começaram uma novena do Rosário. A Rainha do Santo Rosário a premiou com uma aparição a 3 de março. Maria sentava-se sobre um alto trono, contornado por numerosas figuras; trazia o Seu Divino Filho sobre o colo e na mão um rosário. Nossa Senhora e o Menino Jesus estavam acompanhados por São Domingos e Santa Catarina de Sena. O trono estava decorado com flores, a beleza de Nossa Senhora era maravilhosa. A Santa Virgem disse: "Filha, você me invocou com vários títulos e sempre obteve favores de mim. agora, posto que me invocou com o título que muito me agrada, 'Rainha do santo Rosário', não posso mais …

Terço da Virgem Poderosa

Creio em Deus Pai...
Pai Nosso....
Três Ave Maria. ..

Nas contas Grandes. 
Magníficat
A minha alma glorifica o Senhor. 
Meu espirito se alegra em Deus, meu Salvador. 
Porque pôs os olhos na humildade da sua serva. 
Doravante todas as gerações me proclamarão Bem-aventurada. 
Porque o Todo-poderoso fez em mim maravilhas. 
Santo é o seu nome. 
A sua misericórdia se estende de geração em geração 
sobre aqueles que o temem. 
Ele manifesta maravilhas com o seu braço: 
Dispersa corações orgulhosos. 
Derruba o trono dos poderosos, 
e exalta os humildes. 
Aos famintos ele enche de bens 
Despede os ricos de mãos vazias. 
Socorre seu povo, seu servo, 
lembrando sua própria misericórdia. 
Como havia prometido aos nossos Pais, 
em favor de Abraão e de sua descendência 
Para sempre. (Lc 1,46-55)

Nas Contas Pequenas.
Ave Maria, Virgem Poderosa,
Imaculada Conceição Rainha das Vitórias, que Vossas Lágrimas de  Sangue destruam as forças do inferno. Que assim seja

No vezes Glória:
A Cruz Sagrada seja Minha Luz, não  seja o dragão …

Despedida de solteira com adoração ao Santíssimo inspira casais católicos

Uma despedida de solteira diferente e católica, assim foi o último dia antes do casamento de Verônica Mendes, que testemunhou esta experiência nas redes sociais e está inspirando vários casais. No dia 6 de agosto, Verônica publicou em seu Facebook a foto em que aparece ajoelhada diante do Santíssimo Sacramento, com o título “Minha despedida de solteira”. A publicação ganhou grande repercussão, alcançando cerca de 700 compartilhamentos, milhares de curtidas e centenas de comentários. No post, ela descreve que “após o momento de diversão” preparado por suas amigas, elas a conduziram ao “andar debaixo da Comunidade, onde estava Jesus, me esperando”. “Pétalas de rosas vermelhas adornando o chão, que me recordaram o amor e o sangue de Jesus derramado por nós, meu nome e do meu noivo próximos ao Sacrário e um véu para moças casadas, lindo de emocionar”. Segundo Verônica, ela havia passado a semana exausta, estava nervosa, ansiosa e ainda tinha algumas coisas do casamento – que seria no dia segu…