terça-feira, 14 de março de 2017

O coração penitente da Virgem Maria


Imagem relacionada
Na quarta feira de cinzas a nossa igreja inicia um tempo novo. Tempo de reflexão, de reconstruir a aliança com Deus, que por muitos dos nossos pecados, rompemos com Ele. É um tempo de fazer as pazes com Deus que ansioso aguarda por ouvir os nossos passos da volta, como o Pai do filho pródigo, Ele nos espera no portão do nosso coração, mais precisamente nesta época em que estamos mais propícios a buscar por sua misericórdia e piedade: A Quaresma!

Muitas vezes nos propomos a tantas coisas, fazemos propósito de não comer carne, abrimos mão de algumas coisas que gostamos muito, tentamos mudar comportamentos que durante todo o ano esquecemos de trabalhar e no fim, percebemos, a cada ano que nada mudou! Tanto nos esforçamos abrindo mão das nossas vontades neste tempo quaresmal, mas nos frustramos quando olhamos para dentro de nós mesmos e vemos que tão pouco passos demos diante de tantas coisas que precisam ser mudadas em nós.


Mas não podemos, mesmo diante de tão poucos resultados, desistir de nós mesmos, mesmo diante de nenhuma eficácia dos nossos propósitos do ano passado, é preciso continuar, ir em frente irmãos! Tenho pensado uma maneira de este ano, ser mais eficiente e eficaz nos meus propósitos para ser melhor e não encontrei nenhuma maneira a não ser por intermédio do auxílio da Santíssima Virgem Maria.


Quando olhamos para dentro de nós e não conseguimos ver nada de bom para oferecer a Deus, é necessário voltar o nosso olhar para dentro do Coração Dela, da Virgem Maria. Quando não conseguimos ser mais do que estes pobres vermezinhos que somos (como menciona São Luis no Tratado) é necessário olhar para Ela! Quanta pureza, simplicidade, humildade e amor encontramos neste Coração piedoso e constantemente penitente, e penitente por nós, pelos nossos pecados. Ela não precisa suplicar a Deus por pecados nenhum, visto que Ela é a Imaculada Conceição, mas suplica por nós, roga por nossos pecados, clama por nós. Ela nos ensina de uma maneira tão doce e simples como realmente nos penitenciar diante do Altíssimo.


Diante de nossas misérias, trabalhemos então o que nos ensina o parágrafo 211: “o quinto, enfim, e o maior bem, que a amabilíssima Maria proporciona a seus fieis devotos, é interceder por eles junto de seu Filho, apaziguá-lo por suas preces, uni-los a ele por um forte elo, e para Ele os conservar.” Santo Agostinho chama a Santíssima Virgem de Forma Dei, o molde de Deus, aquele que é lançado no molde divino fica em breve moldado e formado em Jesus Cristo e Jesus Cristo nele (parágrafo 219 do TVDSV).


Contudo amados irmãos, convido a vocês neste tempo tão favorável à renovação e purificação, viver de maneira mais imersa em Maria Santíssima a sua quaresma. Que o Coração Imaculado Dela triunfo em nossos corações nos ajudando a reconciliar-nos com Deus com um verdadeiro propósito de não mais pecar, de viver as virtudes desta Boa Mãe escondendo-nos Neste Coração penitente e cheio de amor por nós!


Deus abençoe vocês!!


Salve Maria, esposa do Espírito Santo!

Fonte: Tratado da Verdadeira Devoção à Santíssima Virgem

Nenhum comentário:

Postar um comentário