terça-feira, 28 de fevereiro de 2017

Disposições para Comungar - S. Pedro Julião Eymard


Na Comunhão, celebram-se as núpcias régias da alma cristã, a visita de seu divino Rei, a festa do Corpo de Deus para o comungante. Todos estes títulos exigem que não haja negligência alguma em nosso exterior.

A preparação do corpo requer, além do jejum, trajes que denotem a modéstia e o asseio. A preparação da alma pede, em primeiro lugar, a ausência de todo pecado mortal, e, tanto quanto possível, do pecado venial deliberado.

O asseio é o primeiro ornato de uma casa que se prepara para receber um hóspede. Que a alma do comungante, se estiver ornada de poucas virtudes, tenha pelo menos essa pureza que as faz desabrochar.

Além disto, o decoro exige da alma a devoção, o recolhimento, o fervor da oração. O amor devia nos tornar sempre aptos para comungar, pois o amor anela, suspira, enlanguesce de desejos pelo Bem-Amado de seu coração, assim como o pobre está sempre pronto a receber a esmola.


S. Pedro Julião Eymard, Flores da Eucaristia

Nenhum comentário:

Postar um comentário