Pular para o conteúdo principal

Realmente precisamos de Maria para a nossa salvação?

A resposta a esta pergunta pode surpreender você
Stained glass depicting the Virgin Mary holding baby Jesus © CURAphotography / Shutterstock.com - pt
Uma reflexão de São Luís Maria Grignion de Montfort:
Sendo a Santíssima Virgem necessária a Deus, duma necessidade que se chama hipotética, em consequência da Vontade Divina, é preciso concluir que Ela é muito mais necessária aos homens para alcançarem o seu fim último. Em razão disto não se deve confundir a Devoção à Santíssima Virgem com a devoção aos outros Santos, como se Ela não fosse muito mais necessária, e fosse apenas de superrogação, isto é, um acréscimo.
Baseados na opinião dos Padres da Igreja (entre outros, de Santo Agostinho, Santo Efrém, diácono de Edessa, São Cirilo de Jerusalém, São Germano de Constantinopla, São João Damasceno, Santo Anselmo, São Bernardo, São Bernardino, São Tomás e São Boaventura), o douto e piedoso Suarez, da Companhia de Jesus, o sábio e devoto Justo Lípsio, doutor de Lovaina, e vários outros provaram, de maneira incontestável, que a Devoção à Santíssima Virgem é necessária para a salvação. Provaram ainda que é sinal infalível de reprovação – segundo o sentir do próprio Ecolampádio e de alguns outros heréticos -, a falta de estima e amor à Santíssima Virgem, e que, pelo contrário, é sinal certo de predestinação ser-lhe inteira e verdadeiramente dedicado ou devoto.
Provam-no as figuras e palavras do Antigo e do Novo Testamentos, confirmam-no os sentimentos e exemplos dos santos, ensina-o e demonstra-o a experiência. O próprio demônio e os seus sequazes, instados pela força da verdade, foram muitas vezes obrigados a confessá-lo, ainda que de má vontade. De todas as passagens dos Santos Padres e Doutores – de que fiz ampla colheita, para comprovar esta verdade -, cito apenas uma, de São João Damasceno, a fim de não me alongar: “Ser Vosso devoto, ó Maria Santíssima, é uma arma de salvação que Deus dá àqueles que quer salvar!”.
Poderia referir aqui vários fatos em confirmação do mesmo assunto. Entre outros:
1º. O que vem narrado nas crônicas de São Francisco. Viu ele, num êxtase, uma grande escada que ia ter ao Céu, e em cuja extremidade estava a Santíssima Virgem. Foi-lhe dado a entender que é necessário subir por essa escada para chegar ao Céu.
2º. O que está nas crônicas de São Domingos, segundo o qual, perto de Carcassone, onde o santo pregava o Rosário, a alma dum infeliz herético estava possessa de quinze mil demônios. Estes foram, por ordem da Santíssima Virgem e para a própria confusão, obrigados a confessar grandes e consoladoras verdades sobre a Devoção a Nossa Senhora. Fizeram-no com tanta força e clareza que, por pouca devoção que se tenha à Santíssima Virgem, não se pode ler sem lágrimas de alegria esta história autêntica e o panegírico que da mesma Devoção o demônio fez, ainda que de má vontade.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Novena dos "54 terços"

A "Novena do Rosário de 54 dias" é uma ininterrupta série de Rosários em honra de Nossa Senhora, revelada à doente incurável Fortuna Agrelli, por Nossa Senhora de Pompéia, em Nápoles, Itália, no ano de 1884. Por 13 meses Fortuna Agrelli sofria de terríveis dores e nem mesmo os médicos mais célebres conseguiam curá-la. Em 16 de Fevereiro de 1884, a menina e seus pais começaram uma novena do Rosário. A Rainha do Santo Rosário a premiou com uma aparição a 3 de março. Maria sentava-se sobre um alto trono, contornado por numerosas figuras; trazia o Seu Divino Filho sobre o colo e na mão um rosário. Nossa Senhora e o Menino Jesus estavam acompanhados por São Domingos e Santa Catarina de Sena. O trono estava decorado com flores, a beleza de Nossa Senhora era maravilhosa. A Santa Virgem disse: "Filha, você me invocou com vários títulos e sempre obteve favores de mim. agora, posto que me invocou com o título que muito me agrada, 'Rainha do santo Rosário', não posso mais …

Terço da Virgem Poderosa

Creio em Deus Pai...
Pai Nosso....
Três Ave Maria. ..

Nas contas Grandes. 
Magníficat
A minha alma glorifica o Senhor. 
Meu espirito se alegra em Deus, meu Salvador. 
Porque pôs os olhos na humildade da sua serva. 
Doravante todas as gerações me proclamarão Bem-aventurada. 
Porque o Todo-poderoso fez em mim maravilhas. 
Santo é o seu nome. 
A sua misericórdia se estende de geração em geração 
sobre aqueles que o temem. 
Ele manifesta maravilhas com o seu braço: 
Dispersa corações orgulhosos. 
Derruba o trono dos poderosos, 
e exalta os humildes. 
Aos famintos ele enche de bens 
Despede os ricos de mãos vazias. 
Socorre seu povo, seu servo, 
lembrando sua própria misericórdia. 
Como havia prometido aos nossos Pais, 
em favor de Abraão e de sua descendência 
Para sempre. (Lc 1,46-55)

Nas Contas Pequenas.
Ave Maria, Virgem Poderosa,
Imaculada Conceição Rainha das Vitórias, que Vossas Lágrimas de  Sangue destruam as forças do inferno. Que assim seja

No vezes Glória:
A Cruz Sagrada seja Minha Luz, não  seja o dragão …

Despedida de solteira com adoração ao Santíssimo inspira casais católicos

Uma despedida de solteira diferente e católica, assim foi o último dia antes do casamento de Verônica Mendes, que testemunhou esta experiência nas redes sociais e está inspirando vários casais. No dia 6 de agosto, Verônica publicou em seu Facebook a foto em que aparece ajoelhada diante do Santíssimo Sacramento, com o título “Minha despedida de solteira”. A publicação ganhou grande repercussão, alcançando cerca de 700 compartilhamentos, milhares de curtidas e centenas de comentários. No post, ela descreve que “após o momento de diversão” preparado por suas amigas, elas a conduziram ao “andar debaixo da Comunidade, onde estava Jesus, me esperando”. “Pétalas de rosas vermelhas adornando o chão, que me recordaram o amor e o sangue de Jesus derramado por nós, meu nome e do meu noivo próximos ao Sacrário e um véu para moças casadas, lindo de emocionar”. Segundo Verônica, ela havia passado a semana exausta, estava nervosa, ansiosa e ainda tinha algumas coisas do casamento – que seria no dia segu…