Pular para o conteúdo principal

A beleza de ser mulher

Precisamos descobrir a beleza de sentir a mulher que há em cada uma de nós
Estou aqui pensando: quando foi que percebi, pela primeira vez, que já não era uma menina e, sim, havia me tornado uma mulher. Talvez tenha sido quando fiz dezoito anos. Com os documentos na mão e cheia de sonhos, falei: “Agora, vou desbravar o mundo, pois já sou uma mulher!”. Acredito, porém, que tenha sido mais no dia do meu casamento. Ao sair da Igreja com meu esposo, recebendo os aplausos dos convidados, lembrei-me de tantos conceitos e exemplos que havia cultivado com relação ao casamento; e num misto de alegria e responsabilidade, pensei: “Meu Deus! Agora sou uma mulher casada!”.
Destaque940x500-A-beleza-em-se-sentir-mulher
Mas a verdade é que fazer a descoberta do “ser feminino” vai muito além de uma data ou um acontecimento, mesmo que este tenha grande importância, como é o caso do matrimônio. A vocação à feminilidade é um dom que Deus plantou em nosso coração de mulher desde o momento em que nos criou, e durante toda nossa existência, o pulsar deste coração, que por natureza é parecido com o de Deus, vai nos conduzindo à descoberta do ser feminino independente da idade, da profissão ou do estado de vida.
Percebo que sou mulher sempre que me sinto impulsionada a servir ao meu próximo, mesmo que seja com apenas um gesto, um sorriso, um olhar ou até mesmo uma palavra de encorajamento, porque isso diz da vocação feminina, que foi criada também para amenizar as dores da humanidade.
A bíblia narra, em Gêneses 1, que Deus havia feito tudo de bom que existe e dado ao homem; porém, ele ainda estava triste, porque não havia encontrado cumplicidade em nada do que lhe fora apresentado. Então, Deus criou a mulher como esse complemento do homem, o “socorro” de que ele precisava para ser feliz. A ajuda adequada!
Quando conseguimos compreender bem isso e assumimos nosso papel como mulheres inseridas em tantas realidades do mundo, muitas coisas podem mudar. Começamos por considerar que a mulher não encontra a felicidade adquirindo bens materiais, fama e status. Aliás, se fosse assim, não existiriam tantas mulheres lindas, famosas, ricas e tristes pelo mundo afora. A realização da alma feminina está justamente no amar, ou seja, na doação de si mesma para o bem comum. Ao olharmos para Madre Teresa de Calcutá, por exemplo, ficamos admirados. Sua fragilidade física e pobreza material nunca foram empecilhos para a felicidade com que viveu e realização com que concluiu sua passagem por este mundo. Ela é um exemplo de quem teve a coragem de contrariar a ditadura da segurança e da beleza, que tem falado tão alto em nossos dias, e seguir seu coração feminino.
Aliás, o coração de uma mulher é uma das obras mais sagradas que existem, e quem se deixa conduzir por ele tem muita chance de ser feliz. É possível perceber isso já na infância, pois as brincadeiras, os gestos e as atitudes de uma mulher, mesmo que seja ainda em miniatura, demonstram que seu coração foi criado para socorrer, para amar concretamente.
Outro dia, vi uma cena em família que retrata bem isso. Minha sobrinha de apenas dois anos de idade estava brincando quando observou que seu avô havia se deitado no chão duro da garagem para descansar depois do almoço. Logo que percebeu, ela parou imediatamente de brincar e foi ao quarto pegar um travesseiro para ele apoiar a cabeça. Fez um grande esforço para arrastar o travesseiro, e quando conseguiu acomodar bem o avô, voltou a brincar normalmente.
Agora, responda-me uma coisa: será que um menino, com essa mesma idade e diante da mesma situação, teria essa atitude? Provavelmente não! E não é porque ele ame menos, mas é uma questão de diferença natural nos papéis que cada um é vocacionado a realizar. Como a mulher foi criada com o coração naturalmente inclinado ao serviço, quanto mais ela ama, serve e cuida, mais plena e feliz certamente se sentirá, seja qual for sua idade e o lugar em que esteja.
Portanto, mulher, não se esqueça de que seu coração é um reflexo do coração do próprio Deus, e é d’Ele que nasce a vida, fruto do amor que enriquece a compreensão do mundo. Ele contribui para a verdade plena das relações humanas, como recorda o Papa João Paulo II em sua carta às mulheres, e essa contribuição é fundamental. Não se canse de amar.
Deus pôs em seu íntimo uma feminilidade que é cativante! Poderosa e terna, humana e divina; e quanto mais você a exercer, mais se sentirá realizada na sua missão. Não permita que nada apague o brilho da sua essência feminina, pois é nela que está seu precioso coração de mulher, um presente divino para toda a humanidade!

Dijanira Silva

Dijanira Silva, missionária da Comunidade Canção Nova, atualmente reside na missão de São Paulo. Apresentadora da Rádio CN América (SP).
http://formacao.cancaonova.com/afetividade-e-sexualidade/afetividade-feminina/a-beleza-de-ser-mulher/

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Novena dos "54 terços"

A "Novena do Rosário de 54 dias" é uma ininterrupta série de Rosários em honra de Nossa Senhora, revelada à doente incurável Fortuna Agrelli, por Nossa Senhora de Pompéia, em Nápoles, Itália, no ano de 1884. Por 13 meses Fortuna Agrelli sofria de terríveis dores e nem mesmo os médicos mais célebres conseguiam curá-la. Em 16 de Fevereiro de 1884, a menina e seus pais começaram uma novena do Rosário. A Rainha do Santo Rosário a premiou com uma aparição a 3 de março. Maria sentava-se sobre um alto trono, contornado por numerosas figuras; trazia o Seu Divino Filho sobre o colo e na mão um rosário. Nossa Senhora e o Menino Jesus estavam acompanhados por São Domingos e Santa Catarina de Sena. O trono estava decorado com flores, a beleza de Nossa Senhora era maravilhosa. A Santa Virgem disse: "Filha, você me invocou com vários títulos e sempre obteve favores de mim. agora, posto que me invocou com o título que muito me agrada, 'Rainha do santo Rosário', não posso mais …

ALGUMAS FRASES SOBRE NOSSA SENHORA

"Deus reuniu todas as águas e chamou de 'mar'. Reuniu todas as graças e as chamou de 'Maria'! (São Luiz Maria Grignon de Montfort)

"São Bernardo diz que converteu mais almas por meio da Ave-Maria, do que através de todos os seus sermões" (São João Maria Vianney)

"Agradecemos a Nossa Senhora, pois foi ela quem nos trouxe Jesus. (São Pio de Pietrelcina)

"Jamais de ouviu dizer no mundo que alguém tenha recorrido com confiança a esta Mãe Celeste, sem que não tenha sido prontamente atendido" (Dom Bosco)

"Deus depositou a plenitude de todo o bem em Maria, para que nisto conhecêssemos que tudo o que temos de esperança, graça e salvação, dela deriva até nós" (São Boaventura)

"A maior alegria que podemos dar a Maria Santíssima é a de levarmos Jesus Eucarístico no nosso peito" (Santo Hilário)

"Sabemos muito bem que a Virgem Santíssima é a Rainha do Céu e da Terra, mas ela é mais Mãe que Rainha" (Santa Terezinha do Menino Jesu…

Oração a Nossa Senhora da Boa Morte

"Nossa Senhora, nossa mãe divina, precisamos de vosso auxílio e proteção mas uma vez. Vós que sofrestes a grande dor de perder vosso Filho, fazei-nos resignados perante os desígnios de Deus, ajudai-nos a descobrir o sentido da vida e da morte. Ajudai-nos a ter fé, a conversar com Deus e escutá-lo. Ó querida Mãe, abri vossos braços e abraçai...(fala-se o nome do enfermo) e concedei-lhe uma morte iluminada por Deus. Pedi a Deus que perdoe todas as suas faltas e seja misericordioso, socorrendo-o (a) na passagem para a vida eterna. Fazei-o (a) merecedora (o) na passagem da vida eterna junto a vós e a Jesus, seu Filho amado. Nossa Senhora da Boa Morte, peço-vos a graça de nos dar a força necessária para assumir, com amor, as horas difíceis a serem enfrentadas, aceitando a vontade de Deus, seus desígnios eternos e impenetráveis. Amém.
(Elam de Almeida Pimenttel)