domingo, 25 de janeiro de 2015

A mudança de vida acontece quando acolhemos o Evangelho

Quem vai moldar, quem vai, na verdade, tornar a nossa mente de acordo com a mente de Cristo é a nossa proximidade com o Evangelho!
“Jesus foi para a Galileia, pregando o Evangelho de Deus e dizendo: O tempo já se completou e o Reino de Deus está próximo. Convertei-vos e crede no Evangelho!” (Marcos 1, 14-15).
Jesus está na Galileia, percorrendo toda aquela região Ele anunciava e pregava o Reino de Deus. E você tantas vezes já se perguntou: “O que Jesus veio fazer entre nós?” Ele veio, de forma primordial, pregar o Reino de Deus, anunciar o Evangelho. E na pregação do Evangelho, no anúncio do Evangelho, todas as demais coisas vão acontecer.
A primeira delas é a conversão e a mudança de vida. Quando Jesus anuncia o Reino de Deus e quando este é anunciado em qualquer pregação e por qualquer pregador, isso deve despertar em nós o desejo, a sede e a vontade de mudança de vida. Sim, nós não podemos ouvir Jesus sem ser interpelados em nosso interior!
Algumas pessoas até acham que, quando o padre está falando, está pregando, quando estão ouvindo a Palavra de Deus: “Ah, isso aqui serve para minha mulher! Isso é para o meu marido! Isso é para o meu filho!”. Pode até ser, porque a Palavra é para todos e ela chega a todos os corações, mas se primeiro essa Palavra não for para nós é sinal de que o nosso coração não se abriu ainda para acolher a Palavra de Deus, que chega de forma única e singular ao nosso coração!
“Converter-se e crer no Evangelho” quer dizer que precisamos ter uma mudança de mentalidade, mudar nossos conceitos. Às vezes vivemos uma vida errada e achamos que essa vida, que o que fazemos e falamos está correto. Quem vai moldar, quem vai, na verdade, tornar a nossa mente de acordo com a mente de Cristo é a nossa proximidade com o Evangelho! Converter-se quer dizer mudar as atitudes, mudar a forma de agir, de falar, de pensar e de orientar a nossa própria vida.
A palavra “conversão” tem um sentido de inversão, nós invertemos as coisas. A nossa vida caminhava para uma direção e Jesus muda a direção e o caminhar da nossa vida. A conversão é uma coisa diária, exige de nós o crer e o acreditar na força e no poder do Evangelho; ela nos permite ser transformados e tocados a cada dia por esse Evangelho, que é a Palavra de salvação, de restauração, de cura e de perdão para toda a nossa vida.
Quando escutamos Jesus, quando deixamos que Ele nos fale por intermédio do Seu Evangelho, a mudança e a conversão começam a acontecer! Jesus anunciava o Reino de Deus e saía olhando, procurando, como um bom pescador, onde estariam os bons semeadores da Sua Palavra. E por isso Ele olha para esse ou para aquele outro, como no Evangelho de hoje em que Ele vê André e seu irmão Simão lançando a rede ao mar, e diz-lhes: “Segui-me e eu farei de vós pescadores de homens” (Marcos 1, 17).
Aquilo que você realiza você pode fazê-lo para o bem do Reino de Deus! Você pode se tornar um advogado de Deus, não precisa ser necessariamente um advogado da Igreja, mas sê-lo [advogado de Deus] lá onde você exerce a sua advocacia. Da mesma forma, você pode se tornar um médico, um doutor, um engenheiro, um jornalista, não importa qual seja a sua profissão, ou ser uma simples dona de casa (que bênção!) e naquilo que você faz se tornar um apóstolo do Senhor. Basta que você O escute, basta que você não separe a sua fé da sua vida, e que a sua vida seja iluminada pela sua fé; assim Jesus poderá usá-lo e conduzir aquilo que você faz e realiza.
Deus abençoe você!
http://homilia.cancaonova.com/homilia/a-mudanca-de-vida-acontece-quando-acolhemos-o-evangelho/

Nenhum comentário:

Postar um comentário