sábado, 13 de setembro de 2014

Quais são os frutos que provêm do seu coração?

Quais são os frutos que provêm do seu coração? A boca vai falar daquilo que o coração está cheio, por isso precisamos purificar nosso interior. 
“O homem bom tira coisas boas do bom tesouro do seu coração. Mas o homem mau tira coisas más do seu mau tesouro, pois sua boca fala do que o coração está cheio” (Lucas 6, 45).
Sabemos que uma árvore é boa pelos frutos que ela é capaz de dar! Porque uma árvore que só dá frutos ruins, estragados, sabemos que realmente ela não é boa. Da mesma forma, conhecemos uma pessoa não pela aparência dela, não é pelo seu externo, não é pelo seu físico, não é por aquilo que ela faz ou fala, mas sim pelos frutos que ela produz.
Sim, porque num primeiro momento ela pode até parecer fazer uma coisa boa, falar muitas coisas bonitas, mas os frutos que ela deixa por onde passa, muitas vezes, são frutos estragados; não são frutos tão bons. Outras vezes, olhamos para a pessoa e não damos nada por ela, mas por onde ela passa deixa frutos de bondade, de ternura, de reconciliação.
Nós queremos olhar para o bom tesouro, que é o nosso coração, e reconhecer quais são os frutos que temos produzido ao longo da nossa vida, onde nós estamos, na nossa família, no nosso trabalho, na nossa escola, na nossa comunidade e na nossa Igreja. Quais são os frutos que você produz por onde passa? Você leva a paz e a reconciliação? Leva as pessoas a refletir? Oo onde você está há briga, confusão, as pessoas não se entendem e você, muitas vezes, causa essas coisas todas?
Quais são os frutos que provêm do seu coração? A boca vai falar daquilo que o coração está cheio! Deixe-me dizer a você: se dentro do seu coração há muita maldade, muito rancor, raiva, ressentimento, ódio, vingança contra o seu próximo, é verdade que as palavras que vão sair da sua boca serão palavras pesadas!
Mas, por outro lado, se dentro do seu coração há reconciliação, amor, ternura; você pode até passar por desentendimentos, por decepções, mas as palavras que vão sair da sua boca serão palavras que vão edificar e fazer bem. Porque a boca fala daquilo que há dentro do seu coração.
Então, o que nós precisamos primeiro é purificar o que está dentro de nós, aquilo que guardamos em nosso coração. Por isso, digo a você: não vale a pena guardar rancor, não vale a pena guardar ressentimento, não vale a pena guardar lixo, entulho, coisa velha e estragada dentro de nós! Porque, senão, o que vai sair de nosso interior será coisa velha e estragada. Ao passo que, se procuramos limpar o nosso interior, purificar o nosso coração, deixar coisas boas dentro de nós, teremos coisas boas para dizer ao outro e para fazer o bem acontecer onde estamos presentes.
Que eu e você possamos produzir muitos bons frutos, provenientes de um coração em que há muitas coisas boas guardadas dentro de si.
Deus abençoe você!
http://homilia.cancaonova.com/

Nenhum comentário:

Postar um comentário