quarta-feira, 11 de setembro de 2013

Meu Deus e meu Tudo!


Porque de fato não encontro alegria, nem paz, nem felicidade senão nEle.
E como poderemos, de fato, encontrar qualquer contentamento fora dEle e em tudo que não é Ele, pois que Ele é o único Bem, o soberano Bem de nossas almas?
Por isso não se tem o desejo de procurar consolação junto das criaturas, quando se experimentou as consolações do Criador. Do contrário a terra se tornaria uma espécie de paraíso antecipado.
Só sinto prazer naquilo que pode dar glória a Deus, torná-Lo conhecido e amado.
Que Ele me dê um coração terno para com Ele
um coração grande e generoso,
um coração que não busque senão a Ele
não se apegue senão a Ele!
Compreende-se cada vez melhor que Deus é o centro de nosso coração que só Ele pode enchê-lo e torná-lo feliz.
Parece-me que ele se apoderou do meu coração de tal modo, que me seria impossível amar senão a Ele, desejar senão amá-Lo e Lhe ficar cada vez mais unida.
Peço sempre mais a Deus o hábito de sua divina Presença e a união com Ele, pois ele me parece de tal modo o centro de nossa alma, que ela não pode encontrar repouso senão nEle.
Por isso tenho fome de pensar nEle,
de visitá-Lo,
de unir-me a Ele de todas as maneiras possíveis.
Santa Tereza Courdec

Nenhum comentário:

Postar um comentário