sábado, 30 de janeiro de 2016

Apontar defeitos



Apontar os defeitos um do outro, não para acusar, mas para colaborar.
Muita caridade no falar e grande humildade para aceitar.
Evitar o tom amargo no falar porque isto magoa o companheiro.
Este deve sentir-se amado, compreendido e acolhido
por mais graves que sejam os erros que incorreu.
Não acusar, não julgar nem condenar.
Excesso de severidade jamais há de produzir bons resultados.
A bondade e a misericórdia sempre produzem bons efeitos. 

(Frei Anselmo Fracasso, OFM)

Nenhum comentário:

Postar um comentário