A ONDA LAXA DA MODÉSTIA


Imagem relacionada

Se de um lado temos um grupo que fala sobre modéstia como se tivesse saído do ventre materno vestido pudicamente e de Suma Teológica na mão, do outro, temos o grupinho laxo, que são muito acolhidos nesse mundo internético imediatista, pois falam exatamente o que o fulano "catoliquinho que não quer sacrificar nada", quer escutar: que na verdade tudo depende do ponto de vista e que tudo pode ser vivido com o mesmo nível de acerto, basta que se tenha a tão exaltada elegância.
Pois, tal grupo se esquece de pontos básicos: 1) a modéstia é uma virtude, portanto exige sacrifício; 2) uma pessoa pode ser modesta sem ser elegante e outra pode ser elegante sem ser modesta, então, não, não é a mesma coisa; 3) a virtude, assim como o caminho de santidade possui níveis. Sim, níveis! Nem os anjos possuem o mesmo nível hierárquico e os Santos também não, pois cada qual atingiu um nível de santidade, ou seja, quem se doa, sacrifica, se molda, se dilata mais, mais alto o grau. Isso ocorre justamente na prática da virtude, então, se você se sacrifica pouco, vive a virtude pouco, tem resultados poucos, tem mudanças poucas. E considerando que o catecismo diz que a virtude é o "esforço habitual e firme..." em que você coloca "todo o esforço corporal e espiritual", essa forma de "viver a virtude" e bem medíocre e em alguns casos, oportunista, já que molda a virtude para alavancar negócios, de modo que amacia-la é mais rentável.
É assim, essa é a realidade e digo mais, esses apostolados que ficam lhe dizendo que tudo bem você não fazer tal renúncia, que trata a modéstia como uma forma de viver uma "elegância gospel" num enaltecimento a uma elegância quase platônica, estão mentindo para você.
Virtude é renúncia. Renúncia é caminho de santidade. Sinto muito se você queria escutar que a mediocridade é modéstia, é caminho de virtude... sinto muito, mas morrerei falando que não. Agora eu te pergunto, se tu titubeia pra renunciar pedaços de pano que são imodestos e ofendem a Deus ou não são o mais perfeito... como fará renúncias maiores para se santificar?
Elegância é preferir o preferível e o preferível é a renúncia, pois, santifica.
Fonte: Facebook

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Novena dos "54 terços"

Ladainha à Nossa Senhora da Defesa.

LADAINHA DE NOSSA SENHORA EM LATIM