Alerta: estamos literalmente “morrendo pela boca”

Uma breve reflexão que vale para a vida inteira Um vídeo para refletir. O homem é como o peixe: morre pela boca. Os banquetes e mesas fartas têm aberto mais covas no cemitério que a peste e a fome, enquanto a frugalidade e o jejum nunca fizeram mal. Se não conseguir visualizar o vídeo, clique aqui. (via Pe. Paulo Ricardo)

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Novena dos "54 terços"

Ladainha à Nossa Senhora da Defesa.

LADAINHA DE NOSSA SENHORA EM LATIM