quarta-feira, 25 de junho de 2014

Entulhos

Fragmentos de materiais provenientes da construção ou demolição de uma obra, ou ainda o acúmulo de muitas coisas em um lugar. E preciso muitas vezes analisar os castelos que estamos construindo em nossas vidas, se não são castelos alicerçados em coisas ilusórias e passageiras; e preciso construir castelos em bases solidas com sabedoria e sempre seguindo a orientação de Jesus para tal construção.
 Muitas vezes ficamos presos a desejos, fantasias, consumo excessivo, busca por status e vamos nos alimentando de coisas que só nos deixa mais pesados, acumulando entulhos que atrapalha o nosso viver. 
E preciso deixar o caminho livre para que possamos ter uma relação transparente com Jesus Cristo, tirando o ódio, a inveja, a tristeza e tantas outras impurezas que atrapalham nosso caminho com o Rei dos reis. Do que adianta esconder algo desse maravilhoso Deus, sendo que Ele sabe tudo. Precisamos deixar de fingir que Ele não sabe e tomar atitudes e ações que nos faça cada dia melhores do que somos; um pai melhor, mais presente, uma mãe mais amorosa, um funcionário melhor, um servo melhor, um amigo melhor, um adorador melhor, um soldado, um guerreiro melhor pra Deus. Precisamos ter pelo menos a dignidade e a honra de passar pela vida de alguém e deixar algo de valor. Podemos deixar algo nosso, como um conselho, um incentivo, um sorriso, mas se deixarmos algo que vem de Deus essa vida pode ser transformada.
Será que nossa fe não esta alienada e não estamos escondendo defeitos, maquiando fragilidades, quando às vezes, reflexões e diálogos diários com Nosso Senhor poderia nos trazer mais maturidade e presença de palco no cenário da vida.
Muitas vezes preferimos nos esconder e nos omitir ao invés de ter uma fe transformadora e ligada a ação.
E preciso entender que Deus nos aceita como somos, ou seja, com nossos defeitos, limites, virtudes e pecados. Mas que também não sejamos meros freqüentadores de igrejas que não provaram verdadeiramente o arrependimento, não podemos continuar a flertar com o mundo a acharmos que do jeito que esta nossa vida seremos arrebatados. Muitos estão no barco prazeroso do mundanismo, mas não percebe que este barco se destina a destruição. Somos apegados a moda desse mundo, porem essa moda passa e nossa vida também; ganhamos o mundo mas perdemos nossa alma!
Fica aqui o alerta para que possamos refletir sobre nossa vida, nossas escolhas, aquilo que optamos por dizer sim ou não. Jesus Cristo e o maior tesouro que existe, Ele e o melhor e e preciso querer estar com o melhor; mas não estar com Ele porque se quer algo em troca e sim porque estar com Ele deve ser a nossa meta e objetivo, pois no mais Ele tudo fará!

"Por causa de prazeres passageiros, sofrem-se grandes tormentos eternos"
São João da Cruz

fonte: filhosespirituaisdepepio.blogpsot.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário