Postagens

Mostrando postagens de Setembro, 2020

Em que momento a pessoa perde a alma?

Imagem
  A história da mulher que encontrou uma caverna cheia de tesouros e uma reflexão sobre a salvação eterna Esta pergunta pode ter dois sentidos: não sei se o leitor pergunta pela perda ou morte da alma, da vida espiritual, ou se pergunta pelo momento da morte corporal ou biológica. No caso da morte corporal ou biológica, o que se verifica é somente o cessar da atividade cerebral (fundamento da alma racional), causada muitas vezes pela interrupção do funcionamento dos órgãos vitais. Em que momento exato isso acontece? Como verificar os sinais? A morte biológica é uma dissolução. E o momento de tal dissolução não é diretamente perceptível; então, a questão é identificar os sinais. A constatação e interpretação destes sinais não compete à fé nem à moral, mas sim à ciência médica. Corresponde ao médico dar uma definição clara e precisa da morte e do momento em que ela ocorreu. De qualquer maneira, a fé cristã afirma a persistência, para além da morte, do princípio espiritual do ser humano.

Qual é a diferença entre vida espiritual e vida racional?

Imagem
  O espírito é imortal, mas a vida racional acaba com a morte cerebral, ainda que os órgãos vitais possam continuar funcionando mecanicamente (Este texto complementa a resposta dada no artigo “ Em que momento a pessoa perde a alma? “) Jesus disse: “Eu vim para que as tenham vida, e vida em abundância” (cf. Jo 10, 10) e “Eu sou o caminho, a verdade e a vida” (cf. Jo 14, 6). Em outras palavras, Jesus é vida e dá a vida. Mas que tipo de vida? A vida espiritual, a vida sobrenatural, que é a riqueza, força e vida do nosso espírito. Quem não recebe Jesus ou a graça santificante (a vida sobrenatural), não tem vida espiritual; só tem vida física, sustentada pela vida ou alma racional. Nosso espírito ou vida espiritual, que é imortal, é algo muito diferente da nossa vida racional, que termina com a morte cerebral, ainda que os órgãos vitais possam continuar funcionando mecanicamente. São Paulo nomeia os três elementos do ser humano em 1 Tessalonicenses 5, 23: espírito, alma e corpo. A Bíblia ut

Como Jesus acalma nossos medos?

Imagem
  Cristo toca, se envolve, motiva e nos dá paz, com seu poder que vence a dor e a morte Jesus nos dá luz, faz-nos vencer o medo. Muitas vezes ele se aproxima dos discípulos que têm medo, porque não controlam a situação, porque não sabem o que fazer. Jesus sempre se aproxima da pessoa. Não espera. Toma a iniciativa, aproxima-se e se envolve com a vida dos homens. Ele se fez Homem para aproximar-se, não para isolar-se do mundo. Mas, além de aproximar-se, Ele nos toca. Jesus toca em muitos momentos da vida. Toca o doente, o ferido, o moribundo. Toca e cura, dá a vida, devolve a saúde. Tocar é um gesto muito próprio do Senhor. Ele sempre toca. Impõe as mãos, levanta quem caiu, carrega o doente. Quem toca se envolve. Jesus toca para acalmar os discípulos. É um gesto de carinho, de compreensão. É como se Ele estivesse lhes dizendo que não vai abandoná-los, que estará sempre ao seu lado. Também lhes pede que se levantem e que não temam. Jesus pede isso a nós também. Quer que nos levantemos, q

Oração para os momentos em que você não sente Deus

Imagem
  Quando a vida espiritual está difícil e seca como o deserto, o melhor caminho ainda é dirigir-se a Deus Abbà, meu Pai, Vós vos escondestes na escuridão que há após a luz. O sorriso do vosso Filho se desvanece da minha memória e o vento do vosso Espírito é agora uma leve brisa que mal sinto. Tudo o que me resta é matéria e forma, ícones e palavras. Sinto-me como o inverno que vejo pela janela do meu coração. Minha alma passa por este inverno. Abbà, meu Pai, eu ainda creio em Vós. Ainda combato convosco, mesmo sabendo que perderei a batalha. Mas batalharei até entrar no vosso reino, segundo seu Filho nos disse. Enviai o vosso Espírito e derretei o inverno da minha alma rumo a uma nova primavera. Eu vos peço esta graça, Abbà, no doce nome do vosso Filho Jesus. Amém. (Vivificat)