Postagens

Mostrando postagens de Maio, 2018

Fonte da confiança

A confiança é a mãe dos grandes atos. Ela é a mola misteriosa que impulsiona Toda a força que existe em nós. A confiança é uma atitude de entrega. Há momentos que precisamos confiar, Mesmo que o nosso interior alimente dúvidas. Elas são traidoras e nos fazem perder o bem que sempre poderíamos ganhar. Precisamos destruir as dúvidas e readquirir a confiança. Confie no Sagrado Coração de Jesus! Tudo na vida consegue-se alcançar com luta e perseverança. Para cada problema que surgir certamente aparecerá uma solução. Confie em sua capacidade de escolher e acredite com fé e esperança. Assim, você conseguirá enfrentar os obstáculos Do caminho e alcançar com sucesso o seu objetivo. (Padre Antônio Francisco Bohn)

Batalha do Marne

Imagem
Gostaria de lhe falar de um rumor que percorreu a frente e as trincheiras em 1915 e 1916, sobre a batalha do marne. Este rumor estava a referir-SE ÀS APARIÇÕES DA SANTA VIRGEM NO DIA 8 DE SETEMBRO, que teria desempenhado um papel decisivo nesta reviravolta da situação dificilmente explicável, humana falando, devido ao estado de degradação moral e física dos combatentes. Posso falar disso com conhecimento de causa, tendo participado na reforma da Bélgica até aos arredores de Paris. Os relatórios dos jornais publicados no final de agosto e início de setembro passado faziam alusão ao "milagre do marne", limitando-se a exaltar o sobressalto dos combatentes de 1914 que, em 8 DE SETEMBRO, tinha reprimido o invasor. . " o documento que junto a esta carta e que caiu completamente no esquecimento, ilumina estes acontecimentos de um dia novo e dá a explicação deste mistério da reviravolta completa da situação no dia 8 de setembro de 1914. " é um corte do jorn

Oração a Nossa Senhora para conhecer a própria Vocação

Imagem
Oração a Nossa Senhora para conhecer a própria Vocação Sua melhor companhia neste mês das Vocações! Eis-me a vossos pés, ó piedosa Virgem para implorar de Vós a importantíssima graça da escolha da minha vocação. Outra coisa não quero senão cumprir perfeitamente a vontade de vosso Divino Filho, em todo o tempo da minha vida. Desejo ardentemente escolher a vocação que me há de deixar mais satisfeito no momento da minha morte. Ó Mãe do Bom Conselho, fazei que soe aos meus ouvidos uma voz que afaste toda a dúvida da minha mente. A Vós, que sois a Mãe do meu Salvador, também cabe ser a Mãe da minha salvação. Porque se Vós, Ó Maria, não me comunicais um raio do Sol divino, que luz me há de esclarecer? Se Vós não me instruís, ó Mãe da Sabedoria Encarnada, quem poderá ensinar-me? Ouvi pois, ó Maria, as minhas humildes súplicas. Perplexo e vacilante, dirigi-me Vós, guiai-me pelo reto caminho que conduz à vida eterna, pois que sois Vós a Mãe do belo amor, do temor, do conhecimento e da sant

A força da recitação do Santo Terço

Imagem
A força da recitação do Santo Terço Padre Stefano Maria Manelli A Coroa do Agradecimento O fundador dos Franciscanos da Imaculada explica a força da recitação do Terço ROMA, sexta-feira, 11 de maio de 2012 (ZENIT.org) – “Oh, Santa coroa do Rosario!” Esta invocação à coroa do Rosario nasce espontânea quando vemos a coroa nas mãos da Rainha do Rosário em Pompéia, nas mãos da Imaculada em Lourdes, nas mãos do Imaculado Coração em Fátima. O quanto deve ser importante esta coroa do Rosario se a a mesma Nossa Senhora a tem nas suas mãos de Rainha do céu e da terra, se dela mesma, em pessoa, nos foi presenteada em Lourdes, e nos foi recomendado com insistência materna em Fátima! A partir de São Domingos, a coroa do Rosario esteve nas mãos de exércitos de Santos e de Papas, de místicos e de missionários, de estadistas e de artistas, de cientistas e de heróis, de homens e de mulheres, de pessoas idosas e de crianças, em todo momento e em todas as partes da terra. Lemb

Dicas para rezar (e viver) o Santo Terço mais intensamente

Imagem
Dicas para rezar (e viver) o Santo Terço mais intensamente Acredite: você nunca mais vai rezar o Terço de maneira monótona depois de ler isso Como católico, confesso que Maria é o meu ponto fraco. Sempre que preciso pedir reforços para alcançar graças do céu, Ela é sem dúvida minha mediadora favorita. Mesmo sendo capaz de conceber perfeitamente em minha mente que Maria é um ser humano como seu, às vezes no meu coração sinto como se ela estivesse em uma categoria muitíssimo superior à minha, e é difícil imaginar como Ela poderia entender o que acontece no meu dia a dia. O terço já me confortou enormemente em incontáveis momentos de intenso sofrimento, mas também já me deu a sensação de estar, às vezes, muito distante de Maria. Graças a Deus, como sou um hipster católico em busca constante das esquisitices mais alucinantes da nossa fé, acabei encontrando uma oração meditativa alternativa que significou para mim um giro de 180 graus: o Terço Servita ou Terço

ACONTECEU NO SANTUÁRIO DE MARIA MONTE-VIRGEM, EM 1611

Imagem
“Convém narrar aqui o fato citado pelo Padre Spinelli nos Milagres de Nossa Senhora. No ano de 1611, no celebre santuário de Maria em Monte-Virgem, aconteceu que, na vigília de Pentecostes, tendo à multidão que ai concorrera profanado a festa com bailes, crápulas e imodéstia, se ateou de repente, um incêndio na casa de tabuas em que estavam os romeiros, e em menos de hora e meia reduziu-a a cinzas, morrendo mais de 400 pessoas. Só sobreviveram cinco que depuseram, com juramento, terem visto a Mãe de Deus com duas tochas acesas pondo fogo no edifício. Peço, pois, com instância aos devotos de Maria, que se abstenham e impeçam também os outros de ir a semelhantes santuários de Nossa Senhora em dias de tais folguedos profanos. Pois, nessas ocasiões, há muito mais lucro para o inferno, do que honra para a Mãe de Deus. Romeiros tementes a Deus vão visitar os santuários, quando não há tanta aglomeração de povo.” Glórias de Maria – Santo Afonso de Ligório – Doutor da Igreja e Fundador da

A 13 DE MAIO, NA COVA DA IRIA

Imagem
AVE DE FÁTIMA Harm: A. Cartageno (versão do Santuário de Fátima)     A treze de maio Na cova da Iria Apareceu brilhando A Virgem Maria. AVE, AVE, AVE MARIA AVE, AVE, AVE MARIA A Virgem Maria Cercada de luz, Nossa Mãe bendita E Mãe de Jesus. Foi aos Pastorinhos Que a Virgem falou. Desde então nas almas Nova luz brilhou. Com doces palavras Mandou-nos rezar A Virgem Maria Para nos salvar. Mas jamais esqueçam Nossos corações Que nos fez a Virgem Determinações. Falou contra o luxo Contra o impudor De imodestas modas De uso pecador. Disse que a pureza Agrada a Jesus Disse que a luxúria Ao fogo conduz. A treze de Outubro Foi o seu adeus E a Virgem Maria Voltou para os céus. À Pátria que é vossa, Senhora dos céus, Dai honra, alegria E a graça de Deus. À Virgem bendita Cante seu louvor Toda a nossa terra Num hino de amor. Todo o mundo a louve Para se salvar, Desde o val

7 exemplos de Maria para praticar o silêncio

Imagem
Quem é silencioso sabe escutar Numa conversa entre amigos, sempre que o silêncio reinava por alguns segundos, alguém dizia: “Foi um anjo que passou por nós!” Faz tempo que não escuto essa expressão! Ou os anjos estão assustados com as nossas conversas ou é a ausência de silêncio dos nossos dias. Vou ficar com a segunda opção! Uma mulher soube, por causa do silêncio, sentir a presença e ouvir o anjo. Maria é modelo de quietação para nós. Vamos aprender com Ela? 1- Silenciosa e escondida No  Tratado da Verdadeira Devoção à Santíssima Virgem Maria , São Luís de Montfort nos leva a Nazaré a encontrar uma jovenzinha escondida. Não com medo, mas reservada, delicada e simples. Era Maria. São Luís afirma que nem os anjos conheciam essa mulher. O silêncio dela era do agrado de Deus e pela sua humildade foi escolhida para tão perfeita missão: mãe de Jesus. Hoje, nossos barulhos pelas redes sociais, pelo ego, pelo desejo de sermos destaques nos impedem de gerar Cristo em nós. Pelo s

PECADO VENIAL: DEUS OFENDIDO POR UMA BAGATELA

Embora em grau inferior, o pecado venial oferece, todavia, os mesmos ca­racteres de malícia que o pecado mortal. A rainha Maria Teresa de França, es­posa de Luís XIV, chorava uma falta venial. A delicada consciência da Prin­cesa a deixava inconsolável. — Como?! — disseram-lhe — tanta lágrima, por uma falta leve, um pe­cado venial?! — Sim, pode ser venial, mas é mor­tal para o meu coração! Tudo quanto ofende a Nosso Senhor nunca é leve ou coisa de somenos importância para uma alma fervorosa. E o pecado venial é uma ofensa a Deus. Há nele três circunstâncias agra­vantes : Uma injúria à Majestade Divina; Revolta contra a Autoridade de Deus; Ingratidão à Bondade Eterna. Deus, em cuja presença estamos, é ofendido e por uma bagatela, um ato de preguiça, uma vaidade, uma deso­bediência! Não desprezemos o que fere tanto ao Sagrado Coração de Jesus! O pecado venial ofende a Deus. E não basta para que o aborreçamos? Seja venial, embora, mas sempre é mortal para nosso coração e

Procurar Cristo

Por que buscais entre os mortos aquele que vive  (Lc 24, 5) Sabemos, pela fé, que Jesus  está conosco todos os dias, até o fim do mundo  (Mt 28,20) .  “Está conosco”, agora, porque está vivo e presente. «Não é Cristo uma figura que passou, não é uma recordação que se perde na história. Vive!» [1] . Ao amanhecer do domingo de Páscoa, as santas mulheres foram ao sepulcro onde haviam deixado o corpo de Jesus e ficaram espantadas porque viram o túmulo aberto e vazio; e  um anjo do Senhor, em vestes resplandecentes, disse-lhes:  Por que buscais entre os mortos aquele que está vivo?  (Lc 24, 5). Essa mesma indagação pode ser dirigida a nós:  Por que buscais entre os mortos aquele que vive? «Cristo vive! ─. Esta é a grande verdade que enche de conteúdo a nossa fé» [2] . O cristianismo não é uma teoria bonita, nem uma doutrina sugestiva, nem a recordação de um grande mestre espiritual. É  uma pessoa viva : Jesus de Nazaré. Ser cristão é, acima de tudo, ter uma relação pessoal com