Postagens

Mostrando postagens de Agosto, 2018

O Espírito Santo, a Virgem Maria e a Comunhão Eucarística

Imagem
O Espírito Santo foi o agente divino da Encarnação. Preparou Maria para a dignidade de Mãe de Deus, preservando-A de toda mancha em sua Conceição Imaculada, semeando em sua alma desde esse instante as mais belas virtudes e cultivando-a depois. Ao soar o momento de formar e animar o Corpo de Jesus, tornou fecundo o seio da Santíssima Virgem, continuando a habitar n'Ela após a execução desse mistério, e cobriu-A com sua sombra a fim de temperar os ardores do Sol divino que Ela trazia em si. Ora, a Eucaristia, pela Comunhão associa-nos à glória de Maria e às alegrias de sua maternidade, e o Espírito Santo desempenha em nós igual mister que na Encarnação. Procuremos portanto nos unir ao divino Espírito Santo quando formos comungar, e nos lembremos de que a disposição que Ele espera de nós é a de Maria ao exclamar: "Ecce Ancila Domini" (Lc 1,38). Que o Espírito Santo nos prepare para a Comunhão, fale por nós e agradeça a Jesus em nosso nome, e que, por me

Eis o Coração que tanto amou o mundo

Imagem
S. Pedro Julião Eymard Ao Coração de Jesus, vivo no Santíssimo Sacramento, honra, louvor, adoração e realeza por todos os séculos dos séculos! (cf. Ap 5,12-13) A finalidade da festa do Sagrado Coração é honrar, mais fervorosa e ardentemente, o amor de Jesus Cristo sofrendo e instituindo o Sacramento de seu Corpo e Sangue. A fim de penetrar no espírito da devoção para com o Coração de Jesus, é mister, portanto, honrar os sofrimentos do Salvador e reparar as ingratidões de que é diariamente saturado na Eucaristia. Quão profundas foram as dores do Coração de Jesus! Todas as provocações convergiram para Ele. Foi cumulado de humilhações, ferido pelas mais revoltantes calúnias, que procuravam roubar-Lhe a honra; foi saciado de opróbrios e coberto de desprezos. Apesar de tudo isto, porém, ofereceu-se voluntariamente, sem a mais leve queixa. Seu amor foi mais forte que a morte, e as torrentes da desolação não conseguiram arrefecer-lhe o ardor (cf. Ct 86-7). Essas do

REMÉDIO CASEIRO PARA O DESCONTENTAMENTO

Imagem
Um casal rico, apesar de suas riquezas, vivia em constante discórdia e brigas diárias. O casamento era tudo menos um estado feliz para eles; a esposa especialmente derramava, muitas vezes, lágrimas amargas. Um dia, ela se deparou com um livro manuscrito intitulado: “Remédios simples para o lar.” Estava escrito com a letra de sua avó. Ao folhear o livro, seus olhos recaíram, para sua surpresa, num título: “Remédio caseiro para o descontentamento”. Ela o leu ansiosamente. O texto dizia: “Toda vez que você se sentir mal ou fora de si, vá até a figura do ‘Ecce Homo’, e ponha-se aos seus pés. Contemple-o com atenção por um período de três minutos, e recite três Pais Nossos antes de se levantar. Isso lhe restituirá a paz e o contentamento. Meu confessor me sugeriu isso. Eu experimentei o remédio por trinta anos, e ele nunca falhou comigo.” A senhora lembrou que, por mera coincidência, tinha guardado o quadro em questão, que tinha pertencido à sua avó; estava lá em cima, no

LEVANTA-TE E VEM COMIGO!

Imagem
Uma jovem, embora tivesse aprendido a amar a Virgem Santíssima, sentia-se contudo muito inclinada a bailes e passeios. A mãe, condescendente, proporcionava-lhe para isso os vestidos mais ricos e vistosos. Um domingo, muito cansada de dançar, sentou-se a jovem debaixo de uma árvore do jardim para descansar. Ali, apareceu-lhe o diabo e disse-lhe: — Levanta-te e vem comigo! — Quem és? — Sou o diabo, a quem com tuas desonestidades serves tão bem, dando-me muitas almas. Agora é a tua vez; vem comigo! Quando o diabo quis agarrá-la, ela gritou por socorro, invocando a Nossa Senhora e rezou uma Ave-Maria. — Sem essa oração — disse-lhe o demônio — por justo juízo de Deus estarias morta e eu te levaria para o inferno. Aqueta jovem nunca mais quis saber de bailes e tornou-se dali em diante fervorosa filha de Maria, a Virgem Imaculada. Este fato nós o lemos num autor digno de fé, que, por prudência, não menciona o nome da jovem nem o da cidade, onde isso se deu. Sirva de exem

As duas Mães

Imagem
Aquele albergue Meia-Lua não gozava de boa fama, O albergueiro era um homem que perdera os bons princípios cristãos que sua piedosa mãe lhe inculcara. Era pouco escrupuloso e recebia em sua hospedaria toda casta de gente. Um dia hospedou-se ali um personagem misterioso, que, ao retirar-se, o chamou à parte e lhe disse: “Amanhã virá hospedar-se aqui um jovem embuçado. A noite tu deves assassiná-lo; a recompensa será esplêndida; nesta bolsa tens a metade do salário”, acrescentou, entregando-lhe e subindo à sua carruagem. O albergueiro, à vista de tanto ouro, decidiu-se à aceitar a proposta, pois, no «dia seguinte, empunhando um punhal, silenciosamente se dirigia ao aposento do jovem embuçado, que tinha chegado à tardinha. Antes, porém, de entrar no aposento, o albergueiro parou impressionado diante de um quadro da Virgem Dolorosa que recebera como lembrança de sua mãe: “Senhora minha — disse — não quero que presencieis o meu crime!” E, ao virá-lo contra a parede, encontrou esta p

Ilusão daqueles que dizem que os pecados contra a pureza não são um grande mal

Imagem
Os impuros dizem que os pecados contra a pureza são um pequeno mal. Como "a porca... chafurdando na lama" (2 Pedro 2,22), eles estão imersos em sua própria sujeira, de modo que não veem a maldade de seus ações e, portanto, não sentem nem abominam o mau odor de suas impurezas, que provocam repulsa e horror a todos os outros. Será que você, que diz que o vício de impureza é apenas um pequeno mal, eu pergunto, será que você poderá negar que isso é um pecado mortal? Se negar, você é um herege, pois, como diz São Paulo: “Não vos enganeis: nem os impuros, nem os idólatras, nem os adúlteros, nem os efeminados, nem os devassos, nem os ladrões, nem os avarentos, nem os bêbados, nem os difamadores, nem os assaltantes hão de possuir o Reino de Deus.” (1Coríntios 6,9-10). Isto é um pecado mortal, logo, não pode ser um pequeno mal. É um pecado maior que o roubo, que a difamação, que a violação do jejum. Como então você pode dizer que não se trata de um grande mal? Talvez para você

Ao Anjo da Guarda

Imagem
Ó Anjo de Deus que és minha guarda, pela piedade superna a mim, a ti cometido, salva, defende e governa. Amém, Jesus. Rogo-te, Anjo bento, a cuja providência eu sou encomendado, que sempre sejas presente, em minha ajuda. Ante Deus Nosso Senhor, apresenta os meus rogos a Suas mui piedosas orelhas, para que, por Sua misericórdia e tuas preces, me dê perdão de meus pecados passados e verdadeiro conhecimento e contrição dos presentes, e aviso para evitar os pecados vindouros, e me dê graça para bem obrar e até ao fim perseverar. Afasta de mim, pela virtude de Deus todo-poderoso, toda a tentação de Satanás. E, o que não mereço por minhas obras, tu alcança por teus rogos por mim, ante Nosso Senhor, que em mim não haja lugar e mistura de alguma maldade. E se, algumas vezes, me vires errar o bom caminho e seguir os erros dos pecados, tu procura de me volver a meu Salvador, pelas carreiras da justiça. E quando me vires em alguma tribulação e angústia, faz que me venha

Maria também é Mãe dos pecadores arrependidos

Imagem
Condições para o amor de Maria aos pecadores Maria garantiu a S. Brígida que é Mãe não só dos justos e inocentes, mas também dos pecadores que se querem emendar. Se, desejoso de emenda, recorre um pecador a esta Mãe de Misericórdia, oh! como a encontra pronta para abraçar e socorrer, ainda mais do que se fosse sua mãe corporal. Era justamente o que o Papa Gregório VII escrevia à princesa Matilde: Desiste da vontade de pecar e acharás Maria, eu o garanto, mais pronta em ama-te do que tua própria mãe. Portanto, quem aspira a ser filho desta grande Mãe, é preciso que primeiro deixe o pecado, e depois será sem dúvida aceito por filho. Lemos nos livros Sagrados: Levantaram-se seus filhos e aclamaram-na ditosa (Pr 31,28).  Refletindo Ricardo sobre estas palavras, nota que nelas primeiro se diz levantaram-se, e depois filhos. E isso porque, diz ele, não pode ser filho de Maria quem não procura primeiro levantar-se da culpa em que está caído. Quem procede de modo contrário ao de

"Ah, se eu tivesse Maria! Não seria mais demônio."

Imagem
"Trouxeram para junto do túmulo do Santo Bispo de Genebra (São Francisco de Sales), no tempo em que se instituia o processo da sua beatificação, um jovem que, havia cinco anos, estava possesso do espírito maligno. Teve de se esperar a sua cura durante muitos dias, e entretanto foi este desgraçado submetido ali, junto dos restos mortais do Santo, a um longo e repetido interrogatório, que lhe fizeram o bispo Charles Auguste de Sales e a Madre de Chaugy, Duma vez, como o demônio gritasse com mais furor e confusão, dizendo: "Para que hei de eu sair?!", a Madre Chaugy, com aquele calor que lhe era peculiar, exclamou: "Oh Santa Mãe de Deus, rogai por nós! Maria! Mãe de Jesus, socorrei-nos! A estas palavras, o espírito infernal redobrou os seus horrendos gritos, bradando: "Maria! Oh Maria! Ah! Eu não tenho Maria!... Não profiras este nome; ele me faz tremer! Ah! Se eu tivesse Maria por mim, como vós a tendes, não seria o que sou!.. Mas eu não Maria!" Todos c

ALMA DO FILHO DIVINO

Imagem
Se é insondável a união da alma de Maria com o Eterno Pai, que se dirá, então, de sua união com o Verbo Eterno? Verbo que se encarnou no seu seio virginal e, feito homem, lhe deu o nome dulcíssimo de Mãe! E Mãe, como nunca houve segunda. Que soube amar e que, por amor, soube sacrificar-se sem medida. Foi, justamente, por meio de seu Divino Filho que Maria, única entre as criaturas, atingiu — como diz Sto. Tomás — às fronteiras da divindade. “Quem come a minha carne e bebe o meu sangue, fica em mim e eu nele”. Se é verdadeiramente misteriosa esta palavra, a respeito dos que comungam a Cristo, que sentido profundo terá ela a respeito de Maria, que O concebeu, gerou e O nutriu? Sim, com a encarnação do Verbo Eterno, a alma gloriosa de Maria tomou novos e inenarráveis aspectos de graça, de beleza e de força. E, durante 30 anos, comungando, dia por dia, hora por hora, instante por instante, com as intenções e desejos de seu Filho, foi aumentando, sem medida, a força, a graça e a belez

Os 4 pilares da feminilidade, segundo Edith Stein

Imagem
Os estudos de Edith Stein sobre a mulher influenciaram o pensamento de João Paulo II Por que recorrer a Edith Stein quando o assunto é a complementariedade entre homem e mulher? Provavelmente porque ela sempre se interessou por tudo o que é referente ao ser humano, a visão da humanidade consumada, a visão de Cristo.   Mas também porque ela observou, na Alemanha da década de 1930, os protestos dos jovens contra a geração de seus pais. Ela sentiu então, que naquele momento, para enfrentar o desafio da transmissão, as mulheres poderiam desempenhar um papel essencial.   Segundo Cécile Rastoin, autora do livro  Edith Stein. Enquête sur la Source,    a filósofa alemã “enfrentou os problemas da época falando em nome das mulheres e convidando-as a reconstruir o tecido social para por freio ao nazismo”. Sequestrada pelos nazistas, Edith Stein foi deportada e morreu em Auschwitz em agosto de 1942. Foi canonizada pelo Papa João Paulo II em 1998.   De Eva a Maria   Para Edith

Uma oração de quase 600 anos ao Santíssimo Nome de Jesus

Imagem
Esta ladainha foi composta pelos santos João de Capistrano e Bernardino de Sena no século XV A Ladainha ao Santíssimo Nome de Jesus  foi composta por São João de Capistrano (1386-1456) e por São Bernardino de Sena (1380-1444) e aprovada para uso privado pelo Papa Sixto V em 1585. O Papa Leão XIII a aprovou para uso público na Igreja em 1866. Quem a recitar poderá receber indulgência parcial se cumprir o requisito básico para toda indulgência: estar em graça e com a disposição de abandonar todo tipo de pecado, inclusive o venial. Ladainha ao Santíssimo Nome de Jesus Senhor, tende piedade de nós. Cristo, tende piedade de nós. Senhor, tende piedade de nós. Jesus Cristo, ouvi-nos. Jesus Cristo, atendei-nos. (A cada próxima invocação responder: “Tende piedade de nós”) Pai Celeste que sois Deus, Filho, Redentor do mundo, que sois Deus, Espírito Santo, que sois Deus, Santíssima Trindade, que sois um só Deus, Jesus, Filho de Deus vivo, Jesus, esplendor do Pai, Jesus, pureza

Como a santa que achou 3 cruzes no Calvário descobriu entre elas a Cruz de Cristo

Imagem
Segundo a tradição, a Verdadeira Cruz foi identificada graças a um milagre de cura Santa Helena  nasceu no ano de 270 na antiga Bitínia, região às margens do Mar Negro que hoje pertence à Rússia. Muito bonita, cativou um famoso general do exército romano, Constâncio Cloro, por quem também ela se apaixonou. Da paixão à humilhação O casal teve um filho chamado Constantino, que chegou a ser nada menos que o Imperador – mas a um custo muito alto para Helena: para ser promovido na corte, Constâncio Cloro aceitou a condição de repudiar sua esposa e se casar com a filha do imperador Maximiliano. Foi durante esse período de humilhação e solidão, porém, que Helena conheceu a Deus e se tornou cristã. Um filho imperador Passado o tempo, morto Constâncio, Constantino foi proclamado imperador e, na célebre batalha da Ponte Mílvio, em Roma, teve a visão de Cristo a lhe mostrar a Cruz e dizer: “ Com este sinal vencerás ”. No ano 313, Constantino finalmente decretou o cristianismo como

Padre Zezinho: Maria teve outros filhos? “Faz 50 anos que explico” que não

Imagem
Um dos sacerdotes mais queridos do Brasil responde a descontextualização requentada por telenovela brasileira Reproduzimos a seguir um texto do  Padre Zezinho  publicado  em sua página no Facebook  a respeito da interpretação descontextualizada de que  Nossa Senhora  teria tido outros  filhos  além de Jesus: A Record do Bispo Macedo está veiculando na novela dele, que Maria teve outros filhos e que Jesus teve outros irmãos. Faz 50 anos que explico aos jovens quem era Judas/Tiago/José e Simão, citados como irmãos de Jesus. Eles tinham outro pai que não era José. E a mãe deles não era a Maria de José. Na Bíblia, primos eram chamados de irmãos. Aliás , há tribos na África que ainda hoje consideram os primos como irmãos. Quando o adolescente Jesus, aos doze anos foi encontrado no Templo, Maria lembrou dizendo: “Teu pai e eu te procurávamos aflitos”… E porque será que não falam dos irmãos? Eles não foram juntos para a peregrinação? Quando disseram a Jesus que a mãe e os i

Confiante oração a Maria, esperança do mundo

Imagem
"Que a vossa oração nos instale na casa da luz eterna!" Esta oração é cantada como hino gregoriano em honra a Nossa Senhora. Ave, Maria, esperança do mundo Salve, ó Maria, esperança do mundo! Salve, ó benigna; salve, ó piedosa; salve, ó cheia de graça! Salve, ó virgem singular, roseira que arde sem se consumir! Salve, ó especiosa rosa! Salve, ó ramo de Jessé, cujo fruto rompeu as correntes da nossa prisão! Salve, tu, cujo ventre teve um filho que venceu a lei da morte. Salve, ó Virgem sem igual, que trouxeste a alegria para o mundo que gemia em prantos. Salve, ó lâmpada das virgens, através da qual a luz celestial brilhou para aqueles que jaziam nas trevas. Salve, ó Virgem, de quem o Rei do Céu quis nascer e de cujo leite quis alimentar-se. Salve, ó gema preciosa das luminárias do céu! Salve, ó santuário do Espírito Santo! Ó, maravilha! Quão louvável essa virgindade em que o Espírito Paráclito fez brilhar a fecundidade! Ó, quão santa e s