Postagens

Mostrando postagens de Outubro, 2017

O demônio odeia a Virgem Maria

Imagem
O demônio incita ataques contra a Virgem Maria porque a odeia, assegura exorcista de Pádua. Cidade do México, 27 Abr. 17 / 04:00 pm (ACI).- O sacerdote italiano Sante Babolin, conhecido como “o exorcista de Pádua”, assegurou que o demônio está por trás de vários ataques recentes ocorridos em diversos lugares do mundo contra a Virgem Maria. Em declarações ao semanário católico mexicano ‘Desde la Fe’, o Pe. Babolin, professor emérito da Universidade Gregoriana de Roma, explicou que “diante do fracasso do ataque dos não crentes, atualmente, para ferir e confundir o povo católico, ataca-se a Virgem Maria, quem o diabo odeia”. ‘Desde la Fe’ recordou o caso da religiosa dominicana, Irmã Lucía Caram, que assegurou em um programa de televisão que Santa Maria e São José tinham relações sexuais, assim como o caso do drag queen espanhol Borja Casillas, o qual se disfarçou e zombou da Virgem durante um espetáculo. Outro caso assinalado pelo semanário mexicano foi o de uma mulher que,
Imagem
Maria apareceu a São Domingos e indicou-lhe o Rosário como potente arma para a conversão Esta festa foi instituída pelo Papa Pio V em 1571, quando celebrou-se a vitória dos cristãos na batalha naval de Lepanto. Nesta batalha os cristãos católicos, em meio a recitação do Rosário, resistiram aos ataques dos turcos otomanos vencendo-os em combate. A celebração de hoje convida-nos à meditação dos Mistérios de Cristo, os quais nos guiam à Encarnação, Paixão, Morte e Ressurreição do Filho de Deus. A origem do Rosário é muito antiga, pois conta-se que os monges anacoretas usavam pedrinhas para contar o número das orações vocais. Desta forma, nos conventos medievais, os irmãos leigos dispensados da recitação do Saltério (pela pouca familiaridade com o latim), completavam suas práticas de piedade com a recitação de Pai-Nossos e, para a contagem, o Doutor da Igreja São Beda, o Venerável (séc. VII-VIII), havia sugerido a adoção de vários grãos enfiados em um barbante. Na his

Tesouro irrecuperável

Certa vez, S. Bernardo estava hospedado na casa de uma mulher que, percebendo o belo aspecto do adolescente, sentiu por ele intenso desejo e mandou preparar a cama dele em local isolado. De noite, de forma impudica e silenciosa, ela foi procurá-lo. Assim que a sentiu, Bernardo pôs-se a gritar: "Ladrões, ladrões!" Com os gritos, a mulher fugiu, a família apareceu, as luzes foram acesas e procuraram o ladrão, mas não o acharam e voltaram para suas camas para repousar. No entanto, a miserável não descansou, levantou-se e foi ao leito de Bernardo, que novamente  gritou: "Ladrões, ladrões!" Ainda uma vez procuraram o ladrão, mas ninguém o encontrou e o único que sabia quem era não o denunciou. A persistente e repelida mulher tentou uma terceira vez, mas vencida pelo desânimo ou pela vergonha interrompeu suas manobras. Na manhã  seguinte, ao retomar a caminhada, os companheiros de Bernardo perguntaram por que sonhara tanto com ladrões. Ele respondeu: "Na verdad

9 assombrosos milagres envolvendo o escapulário de Nossa Senhora

Imagem
“Nenhuma devoção foi até hoje confirmada com número maior de autênticos milagres do que o escapulário do Carmo” São Cláudio de La Colombière, sacerdote jesuíta e confessor de Santa Margarida Maria de Alacoque, observou: “Nenhuma devoção foi até hoje confirmada com número maior de autênticos milagres do que o escapulário do Carmo” Aqui vão 9 desses milagres assombrosos. 1 – O primeiro milagre de conversão Nicolas Mignard - Domínio Público No mesmo dia em que Nossa Senhora deu o escapulário a  São Simão Stock , ele foi chamado às pressas por um nobre chamado Peter de Linton: – Venha depressa, padre, porque o meu irmão está à morte, em desespero! São Simão Stock partiu imediatamente para junto do moribundo. Mal chegou, lançou sobre aquele homem o seu grande escapulário, pedindo a nossa Mãe Santíssima que não deixasse de cumprir a sua promessa. O homem finalmente se arrependeu e faleceu na graça e no Amor de Deus. 2 – Os escapulários que resistiram à sepultura A

Momento com o Espírito Santo

Imagem
Vinde, Espírito Santo, penetrai as profundezas da minha alma com o Vosso amor e o Vosso poder. Arrancai as raízes mais profundas e ocultas da dor e do pecado que estão enterradas em mim. Lavai no precioso Sangue de Jesus e aniquilai definitivamente toda ansiedade que trago em mim, toda amargura, angústia, sofrimento interior, desgaste emocional, infelicidade, tristeza, ira, desespero, inveja, ódio e vingança, sentimento de culpa e de auto-acusação, desejo de morte e de fuga de mim mesmo, toda opressão do maligno na minha alma, no meu corpo e toda insídia que ele coloca em minha mente. Ó bendito Espírito Santo, queimai com o Vosso fogo abrasador toda treva instalada dentro de mim, que me consome e impede de ser feliz. Destruí em mim todas as consequências dos meus pecados e dos pecados dos meus ancestrais, que se manifestam em minhas atitudes, decisões, temperamento, palavras, e vícios. Libertai, Senhor, toda a minha descendência da herança do pecado. Vinde, Santo Es

Outubro, mês do Rosário: conheça sua história

Imagem
Na antiguidade, romanos e gregos possuíam o costume de coroar suas estátuas com rosas ou outras flores, simbolizando a homenagem e reverência que a elas prestavam. Adotando para si esse costume, as mulheres cristãs que eram levadas para o martírio, vestiam suas roupas mais belas e adornavam suas frontes com coroas de rosas, mostrando o enorme contentamento que possuíam de irem ao encontro do Senhor. À noite os cristãos recolhiam as flores, e por cada rosa recitavam uma oração ou um salmo pelas mártires. Daí nasceu o costume recomendado pela Igreja de se rezar o rosário, que consistia em recitar os 150 salmos de David, que eram considerados uma oração extremamente agradável a Deus. Entretanto, nem todos podiam seguir essa recomendação: saber ler naquela época era reservado apenas aos cultos e letrados. Para os que não podiam fazê-lo, a Igreja permitiu substituir os 150 salmos por 150 Ave-Marias. A este “rosário” se passou a chamar “o saltério da Virgem”. Pouco antes de findar